Maiores petroleiras não participam do leilão do maior campo do pré-sal. O sonho acabou?

Pré-sal
A desistência de quatro gigantes do setor petroleiro do leilão do pré-sal surpreendeu o Planalto e a ANP (Agência Nacional do Petróleo), que previam uma disputa mais acirrada, com cerca de 40 empresas, e não apenas as 11 que acabaram se inscrevendo. Segundo executivos do setor ouvidos pela Folha, a ausência das norte-americanas ExxonMobil e Chevron e das britânicas BP e BG reforça a tese de que o leilão, marcado para o dia 21 de outubro, despertou muito mais interesse em estatais que visam assegurar reservas, e não em empresas que querem lucrar com a venda de petróleo.
 
Na lista final, seis são estatais --duas da China. Outra chinesa está associada à espanhola Repsol e, na Petrogal, à portuguesa Galp. Entre as grandes privadas, só figuram Shell (Reino Unido-Holanda) e Total (França). Para a China, o mais importante é mover a sua indústria manufatureira. Ou seja, seu foco é exportar produtos de maior valor e usar commodities importadas, como petróleo e minério de ferro.
 
Para analistas, o acesso ao petróleo é ainda uma questão geopolítica e de garantia de suprimento externo que talvez seja fundamental apenas para a China. Um sinal de interesse pela participação das chinesas foi a visita recente da presidente da Petrobras, Graça Foster, ao país. Segundo executivos do setor, o formato do leilão e as regras do modelo de partilha afastaram empresas que já tinham foco em outros países, como BP e Exxon.
 
No campo regulatório, a incerteza maior é em relação à entrega do óleo à nova estatal do pré-sal (a PPSA), que vai cuidar de todos os contratos de partilha de produção, definindo o que pode ser abatido como custo operacional do óleo e ser entregue a ela. Outro ponto, dizem, é a imposição da Petrobras como sócia obrigatória com 30% de participação e operadora do campo --ou seja, responsável por todas as contratações de pessoal, equipamento, prazos de exploração etc.
 
Para David Zylbersztajn, ex-diretor-geral da ANP, o pré-sal perdeu atratividade por outros motivos, como o menor grau de dependência de países como os EUA --que descobriram grande reservas de gás de xisto e serão autossuficientes em poucos anos. "O petróleo já não é tão estratégico com o era há dez anos."
 
EXPLICAÇÕES
 
A diretora-geral da ANP, Magda Chambriand, disse que recebeu telefonemas de Exxon, BP e BG, nos quais as petroleiras "reafirmaram o interesse no Brasil", apesar da não participação no leilão. Magda chegou a falar que seriam 12 as inscritas, informação logo depois corrigida pela ANP. Segundo a Folha apurou, a Chevron seria a 12ª, mas desistiu na última hora. Magda atribuiu as ausências à "conjuntura". "Agora existe um contexto mundial de situações muito específicas de cada empresa que levam a essa situação."
 
A desistência das empresas, dizem especialistas, mostra ainda que, para gigantes do setor, as novas regras impostas pelo governo não são boas e o espaço para "ganhar dinheiro" é reduzido. Sinaliza também uma maior desconfiança em relação ao país, já apontado pelas dificuldades no leilão de rodovias.
 
No mercado, a surpresa foi a atitude da BG, já que é a principal sócia da Petrobras no pré-sal e vinha com um discurso de apostar no país. Pesou, segundo a Folha apurou, o fato de a empresa estar com o caixa comprometido para o desenvolvimento de projetos como o do campo de Lula (bacia de Santos), do qual é parceira da Petrobras. Ao governo BG e BP disseram que "gostam" de assumir mais riscos, porque o lucro também é maior. Procurada, a BG não respondeu à reportagem. Ninguém da Exxon foi localizado. A BP disse que não iria comentar. (Folha Poder)

14 comentários

Vaai ver que o Obama descobriu que lá no pré-sal não tem nada e que o governo do PT tá tentando vender o que não existe...

Reply

pra isso serviu a espionagem, para não caírem em roubadas!

quem acredita nos dados mostrados por esse governo mequetrefe?

só mesmo os companheiros comunistas chineses...

acho que só ficaram as estatais internacionais, cujo regime de controle de "caixa-frouxo" e o "seja o que Deus quiser", deve ser igual em todo mundo...

as grandes empresas privadas, que tem que prestar contas a acionistas e manter uma situação financeira saudável e equilibrada, caíram fora desse furada que eh esse tal de pre-sal...

um negocio escondido a 7km de profundidade e que deve ter um custo astronômico para ser extraido...

Reply

"A diretora-geral da ANP, Magda Chambriand, disse que recebeu telefonemas de Exxon, BP e BG, nos quais as petroleiras "reafirmaram o interesse no Brasil", apesar da não participação no leilão."

depois reclamam de espionagem!

o negocio eh tratado assim, na base de telefonemas?

kkkkkkk...

nem eu que, quando queis montar a minha bandinha de rock, tratava os assuntos assim pelo telefone...

tinha que ser conversa em pessoa mesmo...

Reply

Coronel,

Tirando a Shell e Total, o resto é 2o.Linha!!

Imagina um vazamento de petróleo a 2.000m de profundidade.

Os chineses não respondem a NINGUÉM!!

Vai ser uma catástrofe para o Brasil!!

JulioK

Reply

Pelo número de petralhas parasitas que conhecemos, está faltando muitas tetas nessa pobre vaquinha! Fica frio, elles darão um jeito de mamar de alguma forma.

Reply

Que mico!!!
Então não há interesse em investir no governo do PT.
Nem em estradas, em ferrovias, no badalado pré-sal.
E agora?

Reply

Coronel, leia e comente notícia no site da Exame sobre relatório do Bank of América que diz que a Coréia do Sul já atrai mais investidores que o Brasil e o BRIC pode passar a ser CRIC.
http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/os-motivos-para-acreditar-nos-emergentes-mas-nao-no-brasil

Reply

Duvido se no pré-sal tem a metade do petróleo que dizem ter. O Eike Batista foi confiar no Lulalau e quebrou. Confiar em malandro dá nisso! Agora a pergunta: quem vai pagar sua dívida com o BNDES?

Reply

As empresas americanas descobriram que o petróleo do pré-sal e puro estrume do Lula. Merda pura! É muita sacanagem enganar o Brasil dessa forma, mas como enganar "uz americanu". Engana brasileiro que gosta de feitor e de sombra fresca com o Bolsa Família. Sacanão!

Reply

cel,

Com essa presidente imbecil, amiga do iran, bolivia, cuba, venezuela, qual é a empresa que vai confiar?

Reply

Obama deve ter descoberto coisas do arco da velha, por isso o destrambelho nervoso da ANTA e do Zé Pitu!

Um governo de corruptos, que só mente e faz maracutais e conchavos espúrios, o mundo quer distância e nós brasileiros sofremos as consequências dessa rejeição internacional pelo governo bandido do PT.

Reply

O Brazil real acabou faz muito tempo , só existe um reflexo do passado , a casca pintada cujo miolo foi comido.

Reply
Helena Rezende mod

Querem vender o que não tem, petróleo no pré-sal!

Ai, americano que não compra gato por lebre, espionou a PTbras e descobriu o engodo.

Reply

Escrevi no meu blog em 09/09 que o fracasso neste leilão seria creditado às ações de espionagem americanas. Foram os americanos quem, de propósito, prejudicaram a PB.

O que eles descobriram nas espionagens sobre a PB?

Isto não eksxiste!

Reply