Quarenta anos depois, Franklin Martins sequestra a TV Brasil.

O velho terrorista que ameaçava reféns de morte, Franklin Martins, é o cérebro que está por trás da ofensiva contra a liberdade de imprensa no Brasil. Vocês sabiam que Franklin e José Dirceu foram companheiros de cela nos seus tempos de terrorismo? E que depois foram os primeiros a fugir do Brasil para Cuba, quando sequestraram o embaixador americano? Pois Franklin Martins, quarenta anos depois de sequestrar avião, agora sequestra uma emissora de televisão. Completamente afinado, de novo, com José Dirceu. Leiam o que a Folha publica hoje, sobre o pânico que funcionários da TV Brasil vivem de ser demitidos, se não filmarem a Dilma para o João Santana usar na campanha. Crime eleitoral ao vivo e a cores!

Um cinegrafista da TV oficial do governo, a NBR, ficou com a câmera ligada e enquadrando a candidata Dilma Rousseff (PT) durante todo seu discurso em comício realizado sexta-feira à noite, em Juiz de Fora (MG). A Folha fez duas sequências de fotos que mostram o cinegrafista com a câmera ligada e apontada, primeiro para Dilma, depois para Lula, quando eles discursavam. Ontem, o funcionário, identificado como Ronaldo, negou que tenha gravado os dois discursos. Disse que a câmera estava no tripé por ele estar com "um problema de inflamação no dedão". O cinegrafista afirmou que estava no evento porque, sempre que viaja com Lula, a ordem é segui-lo, mas não explicou por que seguiu Dilma enquanto ela discursava. Em reportagem publicada anteontem, a Folha mostrou que a estatal orientou seus cinegrafistas a gravar a participação de Lula nos comícios de Dilma -os que se recusaram a captar as imagens foram punidos pela estatal. A Folha pediu por e-mail e por documento protocolado na sede da NBR acesso às imagens gravadas na sexta. No fim da tarde de ontem, a assessora Adriana Motta pediu que as imagens fossem solicitadas diretamente ao diretor de Serviços da NBR. O pedido foi encaminhado, mas não houve resposta até a conclusão desta edição.

Hoje o Estadão noticia que a empresa do filho do Franklin, assim como o filho de Erenice Guerra, trabalha em uma empresa contratada pelo Papai Franklin por R$ 6 milhões. Isto já está rendendo uma minissérie, cujo título poderia ser " Os Filhos da Corrupção". Clique na segunda imagem abaixo para ampliar e ler a manchete de capa do Estadão. 

41 comentários

Thyrson / Caraíbas - Ba. mod

Não faz tanto tempo assim comentei com os meus alunos que a democracia estava consolidada no Brasil... como eu estava errado!!!
O regime dá as caras. Temos pouco tempo pra evitar que esse monstro retorne. Mais do que nunca precisamos de uma vitória de Serra, pois isso significa uma vitória da democracia.

Reply

Thyrson e vai voltar da pior maneira atraves desses comunistas.

Reply
Barão de Itaúna mod

Um país de apadrinhamento político? Um país sem contratações técnicas?
É assim que vamos ficar, sem liberdade, sem nada, tudo sendo confiscado pelos terroristas.
Os Procuradores, Promotores e Juízes, que ganham muito bem para o que fazem, calam-se diante dessas violações legais.
A Alemanha nazista começou assim, lá como cá, juizes defendiam o regime nazista, ao condenar aqueles que "ousavam" lutar pela liberdad democrática.
Eles pagarão caro, se pensam que vão ficar impunes à tamanha omissão.

Reply

AS PRECES COMEÇARAM A SER OUVIDAS, NÃO POR MILHARES DE PESSOAS QUE FICAM ATRÁZ DE SEU PC TECLANDO COMO SE ISSO FOSSE AJUDAR AN AVELOCIDADE QUE NECESSITAMOS QUE AS MUDANÇAS OCORRAM, MAS COM AÇÕES ! ! !

LEIAM:

REUNIÃO HOJE NO LARGO SÃO FRANCISCO/SP AO MEIO DIA. EU VOU!!!!!

MANISFESTO A FAVOR DA DEMOCRACIA

"Em uma democracia, nenhum dos Poderes é soberano.
Soberana é a Constituição, pois é ela quem dá corpo e alma à soberania do povo.
Acima dos políticos estão as instituições, pilares do regime democrático. Hoje, no Brasil, os inconformados com a democracia representativa se organizam no governo para solapar o regime democrático.
É intolerável assistir ao uso de órgãos do Estado como extensão de um partido político, máquina de violação de sigilos e de agressão a direitos individuais.
É inaceitável que a militância partidária tenha convertido os órgãos da administração direta, empresas estatais e fundos de pensão em centros de produção de dossiês contra adversários políticos.

É lamentável que o Presidente esconda no governo que vemos o governo que não vemos, no qual as relações de compadrio e da fisiologia, quando não escandalosamente familiares, arbitram os altos interesses do país, negando-se a qualquer controle.

É inconcebível que uma das mais importantes democracias do mundo seja assombrada por uma forma de autoritarismo hipócrita, que, na certeza da impunidade, já não se preocupa mais nem mesmo em fingir honestidade.

É constrangedor que o Presidente da República não entenda que o seu cargo deve ser exercido em sua plenitude nas vinte e quatro horas do dia. Não há ''depois do expediente'' para um Chefe de Estado. É constrangedor também que ele não tenha a compostura de separar o homem de Estado do homem de partido, pondo-se a aviltar os seus adversários políticos com linguagem inaceitável, incompatível com o decoro do cargo, numa manifestação escancarada de abuso de poder político e de uso da máquina oficial em favor de uma candidatura. Ele não vê no ''outro'' um adversário que deve ser vencido segundo regras da Democracia , mas um inimigo que tem de ser eliminado.

É aviltante que o governo estimule e financie a ação de grupos que pedem abertamente restrições à liberdade de imprensa, propondo mecanismos autoritários de submissão de jornalistas e empresas de comunicação às determinações de um partido político e de seus interesses.

É repugnante que essa mesma máquina oficial de publicidade tenha sido mobilizada para reescrever a História, procurando desmerecer o trabalho de brasileiros e brasileiras que construíram as bases da estabilidade econômica e política, com o fim da inflação, a democratização do crédito, a expansão da telefonia e outras transformações que tantos benefícios trouxeram ao nosso povo.

É um insulto à República que o Poder Legislativo seja tratado como mera extensão do Executivo, explicitando o intento de encabrestar o Senado. É um escárnio que o mesmo Presidente lamente publicamente o fato de ter de se submeter às decisões do Poder Judiciário.

Cumpre-nos, pois, combater essa visão regressiva do processo político, que supõe que o poder conquistado nas urnas ou a popularidade de um líder lhe conferem licença para rasgar a Constituição e as leis. Propomos uma firme mobilização em favor de sua preservação, repudiando a ação daqueles que hoje usam de subterfúgios para solapá-las. É preciso brecar essa marcha para o autoritarismo.

Brasileiros erguem sua voz em defesa da Constituição, das instituições e da legalidade.

Não precisamos de soberanos com pretensões paternas, mas de democratas convictos."

Reply

QUEM FOR DE SÃO PAULO, FAVOR APARECER AO MEIO DIA NO LGO. SÃO FRANCISCO HOJE, PARA APRESENTAÇÃO DO MANIFESTO EM APOIO A PRESERVAÇÃO DA DEMOCRACIA

Segue o manifesto na integra.

"Em uma democracia, nenhum dos Poderes é soberano.
Soberana é a Constituição, pois é ela quem dá corpo e alma à soberania do povo.
Acima dos políticos estão as instituições, pilares do regime democrático. Hoje, no Brasil, os inconformados com a democracia representativa se organizam no governo para solapar o regime democrático.
É intolerável assistir ao uso de órgãos do Estado como extensão de um partido político, máquina de violação de sigilos e de agressão a direitos individuais.
É inaceitável que a militância partidária tenha convertido os órgãos da administração direta, empresas estatais e fundos de pensão em centros de produção de dossiês contra adversários políticos.

É lamentável que o Presidente esconda no governo que vemos o governo que não vemos, no qual as relações de compadrio e da fisiologia, quando não escandalosamente familiares, arbitram os altos interesses do país, negando-se a qualquer controle.

É inconcebível que uma das mais importantes democracias do mundo seja assombrada por uma forma de autoritarismo hipócrita, que, na certeza da impunidade, já não se preocupa mais nem mesmo em fingir honestidade.

É constrangedor que o Presidente da República não entenda que o seu cargo deve ser exercido em sua plenitude nas vinte e quatro horas do dia. Não há ''depois do expediente'' para um Chefe de Estado. É constrangedor também que ele não tenha a compostura de separar o homem de Estado do homem de partido, pondo-se a aviltar os seus adversários políticos com linguagem inaceitável, incompatível com o decoro do cargo, numa manifestação escancarada de abuso de poder político e de uso da máquina oficial em favor de uma candidatura. Ele não vê no ''outro'' um adversário que deve ser vencido segundo regras da Democracia , mas um inimigo que tem de ser eliminado.

É aviltante que o governo estimule e financie a ação de grupos que pedem abertamente restrições à liberdade de imprensa, propondo mecanismos autoritários de submissão de jornalistas e empresas de comunicação às determinações de um partido político e de seus interesses.

É repugnante que essa mesma máquina oficial de publicidade tenha sido mobilizada para reescrever a História, procurando desmerecer o trabalho de brasileiros e brasileiras que construíram as bases da estabilidade econômica e política, com o fim da inflação, a democratização do crédito, a expansão da telefonia e outras transformações que tantos benefícios trouxeram ao nosso povo.

É um insulto à República que o Poder Legislativo seja tratado como mera extensão do Executivo, explicitando o intento de encabrestar o Senado. É um escárnio que o mesmo Presidente lamente publicamente o fato de ter de se submeter às decisões do Poder Judiciário.

Cumpre-nos, pois, combater essa visão regressiva do processo político, que supõe que o poder conquistado nas urnas ou a popularidade de um líder lhe conferem licença para rasgar a Constituição e as leis. Propomos uma firme mobilização em favor de sua preservação, repudiando a ação daqueles que hoje usam de subterfúgios para solapá-las. É preciso brecar essa marcha para o autoritarismo.

Brasileiros erguem sua voz em defesa da Constituição, das instituições e da legalidade.

Não precisamos de soberanos com pretensões paternas, mas de democratas convictos."

Reply

QUEM FOR DE SÃO PAULO, FAVOR APARECER AO MEIO DIA NO LGO. SÃO FRANCISCO HOJE, PARA APRESENTAÇÃO DO MANIFESTO EM APOIO A PRESERVAÇÃO DA DEMOCRACIA

Segue o manifesto na integra.

"Em uma democracia, nenhum dos Poderes é soberano.
Soberana é a Constituição, pois é ela quem dá corpo e alma à soberania do povo.
Acima dos políticos estão as instituições, pilares do regime democrático. Hoje, no Brasil, os inconformados com a democracia representativa se organizam no governo para solapar o regime democrático.
É intolerável assistir ao uso de órgãos do Estado como extensão de um partido político, máquina de violação de sigilos e de agressão a direitos individuais.
É inaceitável que a militância partidária tenha convertido os órgãos da administração direta, empresas estatais e fundos de pensão em centros de produção de dossiês contra adversários políticos.

É lamentável que o Presidente esconda no governo que vemos o governo que não vemos, no qual as relações de compadrio e da fisiologia, quando não escandalosamente familiares, arbitram os altos interesses do país, negando-se a qualquer controle.

É inconcebível que uma das mais importantes democracias do mundo seja assombrada por uma forma de autoritarismo hipócrita, que, na certeza da impunidade, já não se preocupa mais nem mesmo em fingir honestidade.

É constrangedor que o Presidente da República não entenda que o seu cargo deve ser exercido em sua plenitude nas vinte e quatro horas do dia. Não há ''depois do expediente'' para um Chefe de Estado. É constrangedor também que ele não tenha a compostura de separar o homem de Estado do homem de partido, pondo-se a aviltar os seus adversários políticos com linguagem inaceitável, incompatível com o decoro do cargo, numa manifestação escancarada de abuso de poder político e de uso da máquina oficial em favor de uma candidatura. Ele não vê no ''outro'' um adversário que deve ser vencido segundo regras da Democracia , mas um inimigo que tem de ser eliminado.

É aviltante que o governo estimule e financie a ação de grupos que pedem abertamente restrições à liberdade de imprensa, propondo mecanismos autoritários de submissão de jornalistas e empresas de comunicação às determinações de um partido político e de seus interesses.

É repugnante que essa mesma máquina oficial de publicidade tenha sido mobilizada para reescrever a História, procurando desmerecer o trabalho de brasileiros e brasileiras que construíram as bases da estabilidade econômica e política, com o fim da inflação, a democratização do crédito, a expansão da telefonia e outras transformações que tantos benefícios trouxeram ao nosso povo.

É um insulto à República que o Poder Legislativo seja tratado como mera extensão do Executivo, explicitando o intento de encabrestar o Senado. É um escárnio que o mesmo Presidente lamente publicamente o fato de ter de se submeter às decisões do Poder Judiciário.

Cumpre-nos, pois, combater essa visão regressiva do processo político, que supõe que o poder conquistado nas urnas ou a popularidade de um líder lhe conferem licença para rasgar a Constituição e as leis. Propomos uma firme mobilização em favor de sua preservação, repudiando a ação daqueles que hoje usam de subterfúgios para solapá-las. É preciso brecar essa marcha para o autoritarismo.

Brasileiros erguem sua voz em defesa da Constituição, das instituições e da legalidade.

Não precisamos de soberanos com pretensões paternas, mas de democratas convictos."

Reply

SOMOS TODOS OTÁRIOS!!!!!

Única definição para essa gente acomodada atráz de suas telinhas teclando animadamente enquanto os reais marginais estão deitando e rolando em nossas costas.

Hoje vou para o Lgo. São Francisco ajudar a lançar o Manifesto em apoio a Democracia. façam o mesmo para não serem julgados por omissão, e num futuro próximo não terem quementir que participaram da virada democrática no Brasil.

Reply

É o estado loteado entre quadrilheiros,....

Reply

Depois da Famiglia Eredilma, aparece a Famiglia Goebbels. O capo foi demitido da Globo porque traficou influência para nomear seu irmão para a ANP. O irmão traficou influência para a empresa de sua mulher ganhar milhões em processos suspeitos na distribuição de royalties de petróleo com prefeituras, onde já cobravam a tal "taxa de sucesso".

Reply

A que nível chegamos, Coronel. Bom dia.
Denúncias contra o Secretário Nacional de Justiça, filho de Romeu Tuma, pelo envolvimento com suposta máfia chinesa.
Agora, contra o Secretário Nacional de Segurança Pública.
Veja bem, Coronel : Justiça e Segurança Pública, para não nos prolongarmos mais.
Só nos falta agora uma bomba maior envolvendo a segurança institucional e a inteligência para abalar os pilares do país de vez.
Não tem preço.

Reply

O PT É REALMENTE UMA QUADRILHA DE DELIQUENTES MORAIS E IDEOLÓGICOS DOMINANDO O ESTADO BRASILEIRO.

QUAADDRIIIIILHHHAAAAAA ! ! ! ! O LULA, O FILHO DO LULA, A D. MARISA CARTÃO CORPORATIVO. TODO MUNDO!

Reply

ESSE GOEBELS, NÃO É TÃO FIEL A SEU HITLER, QUANTO O ORIGINAL....

Reply

Difícil entender o que ocorre no governo. Em plena crise institucional, ainda vão fazer análise e gerenciamento de risco.
A bomba já está armada.

GABINETE DE SEGURANÇA INSTITUCIONAL
DESPACHO DO CHEFE
Em 20 de setembro de 2010
Processo no (00181.001733/2010-96). Afastamento do País da Servidora
REGINA MARIA DE FELICE SOUZA - Assessora código
DAS 102.4, período de 03 a 08 de outubro de 2010 e do Servidor
JACOB BATISTA DE CASTRO JUNIOR, Assessor código DAS
102.3, período de 04 a 07 de outubro de 2010, ambos do Gabinete de
Segurança Institucional da Presidência da República, com ônus, inclusive
trânsito, a fim de participarem do 4ª Congresso Anual da
Associação de Análise de Segurança e Gerenciamento de Risco, na
cidade de Washington, Estados Unidos da América. Autorizo.
JORGE ARMANDO FELIX

Reply

Faz sentido, Coronel, da mesma forma, a participação na reunião preparatória do Seminário "Mudar de Vida" e "Democracia em Crise"

Processo no 00024.000416/2010-30. Afastamento do País do servidor
PAULO ROBERTO MARTINS MALDOS, matrícula SIAPE no
1687384, Assessor Especial do Gabinete-Adjunto de Gestão e Atendimento
do Gabinete Pessoal do Presidente da República, código DAS
102.5, com ônus, no período de 24 de setembro a 1º de outubro de 2010,
inclusive trânsito, para participar de reunião preparatória da mesa sobre
"Dèmocratie em crise et incertitudes", em Paris, no dia 25 de setembro
e do Seminário "Além do desenvolvimento IV - Mudar de Vida", em
Poitiers, no período de 27 a 30 de setembro de 2010. Autorizo.
CARLOS E.ESTEVES LIMA

Reply

OS NEO-CORRUPTOS

por Carlos Gerbase

Tenho saudade dos anões do orçamento, que justificavam suas contas bancárias com vitórias na loteria. Tenho saudade dos pianistas do Congresso, da turma do PC Farias, das camisetas do Collor. Éramos felizes e não sabíamos. Os corruptos tinham a palavra "Corrupção" escrita na testa. Eles pintavam o cabelo de forma ridícula, rasuravam documentos oficiais com errorex, falavam alto demais nos restaurantes de Brasília, tinham esquema brega-vip nos aeroportos do Rio.

Agora tudo mudou. A corrupção, numa reengenharia muito eficiente, veste-se com elegância, corta o cabelo com discrição, tem histórico na luta contra a ditadura. Os neo-corruptos podem ser ex-exilados, ex-torturados, ex-guerrilheiros. Os neo-corruptos falam em "excluídos", em "justiça social" em "distribuição de renda". Os neo-corruptos aprenderam, primeiro na universidade e depois com seus marqueteiros, a dizer exatamente o que os eleitores esperam que eles digam.

Os neo-corruptos são a pior coisa que já aconteceu ao Brasil. Não podemos chamá-los de vagabundos, porque trabalham pra burro. Não podemos chamá-los de cafajestes, porque usam ternos Armani. Não podemos nem chamá-los de corruptos, porque eles têm os melhores advogados do País, sua corrupção não deixa marcas e pode até ser absolutamente legal. O pior de tudo: não podemos nem chamá-los de ladrões, porque o que eles roubam não é dinheiro. É poder. Eles até roubaram nossa alegria de apontá-los na rua e chamá-los de filhos-da-puta.

Mas eles são os maiores filhos-da-puta da história do Brasil. Eles estão aliados com os filhos-da-puta clássicos, que sustentaram a ditadura, que endividaram o País. Os neo-corruptos têm um plano para governar o Brasil nos próximos cem anos, aconteça o que acontecer, porque eles são maiores que a história. Os neo-corruptos apostam tudo nesta eleição. Mas eles não querem apenas a reeleição. Eles querem que a palavra corrupção seja abolida definitivamente do dicionário. E então teremos que arranjar outra, que eles vão abolir também. E assim por diante, até que todas as palavras negativas sejam eliminadas. O objetivo máximo dos neo-corruptos é acabar com o NÃO.

Reply

Coronel, o que dizes da bagunça oficial marcada para quinta em sp?
penso eu que se estivessem com tudo ganho jamais fariam tumulto, antes pelo contrario devem ter medo de ir pra roça no primeiro turno, intimidar a imprensa seria o motivo, mas se a imprensa tiver fogo, vai mandar chumbo na boneca, podem estar pensando em testar o pulso para um golpe, não querem perder o poder por nada e o resultado das urnas deve ser fatal para eles e os institutos de pesquisa.Amanhã lulla começa a reta final, menos de cem dias, começaram a tremer de medo.

Reply

Verdade, Coronel. Conheço uma jovem tola e mentalmente sequestrada que quando não tem mais nada para opor aos meus argumentos, acusa-me de ser um filhote da ditadura. Agora temos os filhotes da corrupção, netos da ditadura que não houve.

Reply

Com essa gentalha será uma democracia mascarada com capas pretas, beija-mão em padrinhos,
ameaças a pessoas será cada vez mais fragrante.

Reply

Só existe uma definição para esta gente : Quadrilha !

Reply

Esse, prá mim, é o mais perigoso. Franklin Martins é o homem que cuida da propaganda da máquina. E propaganda, todos sabem disso, é o maior e melhor negócio do mundo.

Reply

Coronel, eles fazem isso há muito tempo e é uma espécie de compensação com um tipo de bolsa-pensão para os parentes.

Isso é consuetudinário entre os petralhas e pode procurar em qualquer órgão ou instância e verá que estão abarrotados de parentes, comadres e compadres.

Dá mesmo para pagar 600 e até mais de salário mínimo e para os aposentados se passar um pente fino nesses contratos e mandar a parentada, comadres e compadres irem trabalhar.

Reply

Só para esclarecer.

Vocês sabiam que Franklin e José Dirceu foram companheiros de cela nos seus tempos de terrorismo?

O sequestro do Embaixador Americano teve a participação do Flanklin Martins, e entre os libertados estava o Dirceu.

Não me consta, salvo engano, que ambos estiveram presos juntos.

Só para constar, ambos são farinha do mesmo saco, eu os considero Anti-Brasileiros, sempre estiverão e continuam, contra o Brasil.

Reply

Agora volto ao Flanklin, sequestrador, bandidão da pesada. Eles diziam que queriam derrubar os Militares para instalar uma democracia no Brasil, mas na verdade, aquela bandidagem toda queria instalar aqui um regime igual ao cubano, ao russo, na época, onde os mandatários tomam conta de tudo, e o povo vive na escravidão. Foram escorraçados, hoje estão na turma do cachaceiro roubando em todos os ministérios. Veja o caso do pimpolho dele, o pimpolho do cachaceiro, a ratazana "ere" com sua familia na bolsa da casa civil.

Vamos ter que caçar muitos ratos e baratas, haja inceticida.

Reply

"PAU QUE NASCE TORTO, MORRE TORTO" e deixa herdeiros tortos.
Temos que repensar quais os métodos utilizáveis, para extirpar ervas daninhas, caso contrário, a humanidade não terá paz, progresso e não sobreviverá.

Reply

HERANÇA MALDITA:

Banco Central projeta déficit externo de US$ 60 bilhões no ano que vem

Déficit da conta corrente, que registra transações de bens e serviços com o exterior, equivalerá a 2,78% do PIB e será o mais alto desde 2001
Fabio Graner, Fernando Nakagawa / BRASÍLIA - O Estado de S.Paulo
O Banco Central prevê que a piora da conta corrente brasileira - que registra todas as transações de bens e serviços com o exterior - vai continuar em 2011. A instituição prevê que o rombo atingirá US$ 60 bilhões no ano que vem, o que, se confirmado, será o pior resultado em termos nominais da história.
Em relação ao tamanho da economia, o déficit previsto pelo BC é de 2,78% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2011. Se confirmado, será o mais alto desde 2001. Para 2010, o BC projeta déficit em conta corrente de US$ 49 bilhões (ou 2,49% do PIB).
A composição do déficit em conta corrente de 2011 é determinada principalmente pelo saldo negativo na conta de serviços e rendas - onde estão itens importantes como remessas de lucros e viagens internacionais. O BC projeta saldo negativo em serviços e rendas de US$ 75 bilhões em 2011, parcialmente amenizado pelo superávit comercial de US$ 11 bilhões e transferências líquidas de não residentes para o Brasil de US$ 4 bilhões.
Integra: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100922/not_imp613312,0.php

Reply

MANIFESTO EM DEFESA DA DEMOCRACIA

Em uma democracia, nenhum dos Poderes é soberano.

Soberana é a Constituição, pois é ela quem dá corpo e alma à soberania do povo.

Acima dos políticos estão as instituições, pilares do regime democrático. Hoje, no Brasil, os inconformados com a democracia representativa se organizam no governo para solapar o regime democrático.

É intolerável assistir ao uso de órgãos do Estado como extensão de um partido político, máquina de violação de sigilos e de agressão a direitos individuais.

É inaceitável que a militância partidária tenha convertido os órgãos da administração direta, empresas estatais e fundos de pensão em centros de produção de dossiês contra adversários políticos.

É lamentável que o Presidente esconda no governo que vemos o governo que não vemos, no qual as relações de compadrio e da fisiologia, quando não escandalosamente familiares, arbitram os altos interesses do país, negando-se a qualquer controle.

É inconcebível que uma das mais importantes democracias do mundo seja assombrada por uma forma de autoritarismo hipócrita, que, na certeza da impunidade, já não se preocupa mais nem mesmo em fingir honestidade.

É constrangedor que o Presidente da República não entenda que o seu cargo deve ser exercido em sua plenitude nas vinte e quatro horas do dia. Não há “depois do expediente” para um Chefe de Estado. É constrangedor também que ele não tenha a compostura de separar o homem de Estado do homem de partido, pondo-se a aviltar os seus adversários políticos com linguagem inaceitável, incompatível com o decoro do cargo, numa manifestação escancarada de abuso de poder político e de uso da máquina oficial em favor de uma candidatura. Ele não vê no “outro” um adversário que deve ser vencido segundo regras da Democracia , mas um inimigo que tem de ser eliminado.

É aviltante que o governo estimule e financie a ação de grupos que pedem abertamente restrições à liberdade de imprensa, propondo mecanismos autoritários de submissão de jornalistas e empresas de comunicação às determinações de um partido político e de seus interesses.

É repugnante que essa mesma máquina oficial de publicidade tenha sido mobilizada para reescrever a História, procurando desmerecer o trabalho de brasileiros e brasileiras que construíram as bases da estabilidade econômica e política, com o fim da inflação, a democratização do crédito, a expansão da telefonia e outras transformações que tantos benefícios trouxeram ao nosso povo.

É um insulto à República que o Poder Legislativo seja tratado como mera extensão do Executivo, explicitando o intento de encabrestar o Senado. É um escárnio que o mesmo Presidente lamente publicamente o fato de ter de se submeter às decisões do Poder Judiciário.

Cumpre-nos, pois, combater essa visão regressiva do processo político, que supõe que o poder conquistado nas urnas ou a popularidade de um líder lhe conferem licença para rasgar a Constituição e as leis. Propomos uma firme mobilização em favor de sua preservação, repudiando a ação daqueles que hoje usam de subterfúgios para solapá-las. É preciso brecar essa marcha para o autoritarismo.

Brasileiros erguem sua voz em defesa da Constituição, das instituições e da legalidade.

Não precisamos de soberanos com pretensões paternas, mas de democratas convictos.

Por Reinaldo Azevedo

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/

Reply

Tribunal Superior Eleitoral

Em defesa do Estado de Direito no Brasil

“Nenhum cidadão está acima das leis.”
Estado de Direito significa que nenhum indivíduo, presidente ou cidadão comum, está acima da lei. Os governos democráticos exercem a autoridade por meio da lei e estão eles próprios sujeitos aos constrangimentos impostos pela lei.

Solicitamos às autoridades competentes do Brasil que se façam cumprir a Lei Eleitoral e a Constituição Brasileira.
Não é o que temos visto. Diariamente, o Presidente da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, dá mostras de descumprimento das leis, sem qualquer manifestação contrária de nossos órgãos de Justiça. Sua presença nos comícios da candidata governista – a quem jurou eleger – bem como o evidente uso da máquina pública e de todo o aparato governamental na campanha é aberto e claro. Não só a estrutura do estado é usada (como aviões, segurança, logística, instalações do governo), como também o são os ministros, assessores e funcionários de estatais.
O abuso de poder econômico, cometido com o nosso dinheiro, e o abuso da autoridade estão explícitos. O Presidente ocupa este cargo em nome de todos os brasileiros, de todas as partes do país, raças e credos, devendo estar acima de questões eleitorais e partidárias.
A Presidência é um cargo de ocupação integral, não havendo “folga” ou “fim de expediente”, Um presidente é presidente sempre, a não ser que passe o cargo para seu substituto legal, o vice, oficialmente. Caso contrário, a qualquer hora do dia, todos os dias, Lula é o Presidente da República. Quando de sua posse, jurou cumprir o que reza a Constituição. É evidente que ele não a tem respeitado, nem observado os artigos 73, 76 e 77 da Lei Eleitoral nº 9.504/1997

Para os casos em que a lei não é respeitada, e para evitar os abusos, existem o Ministério Público Eleitoral e o Tribunal Superior Eleitoral, a quem cabe zelar pela seu cumprimento. Exigimos o cumprimento das leis do nosso pais, e a defesa da nossa Constituição. Exigimos a imediata ação dos órgãos responsáveis para fazer cumprir as leis eleitorais brasileiras.

VAMOS VOTAR!

http://www.petitiononline.com/1brasil/petition.html

Reply

Se isso tudo não é crime para cassação de candidatura, então eu não sei o que é!

Ninguém da oposição fará nada?

Então merecemos ter Dilma como presidente mesmo.

Reply

Palavra de Jarbas sobre as propinas na Casa Civil

Assista à fala do senador Jarbas Vasconcelos sobre denúncias envolvendo a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra, de pagamento de propina dentro do Palácio do Planalto.
Vídeo foi ao ar na propaganda eleitoral gratuita do dia 20 de setembro de 2010.

http://www.youtube.com/watch?v=dbwJyFfu1uE&feature=player_embedded

Reply

Gil/Franca-SP


Está mais que comprovado que todo aquele blá blá blá dessa turma de lutar pela democracia era só papo furado.O que eles queriam mesmo era se dar bem sem o esforço do estudo ou do trabalho a que todo cidadão decente tem que se submeter, principalmente os que não nasceram em berço de ouro.Lamentavel que o Brasil tenha caido nas mãos dessa canalha, mas, resta o conforto de saber que um dia todos irão parar no lixo da história.

Reply
Delmar Fontoura mod

Meus caros, se Dilma de fato tivesse - sei que não tem - tanta vantagem sobre Serra como dizem, precisaria apelar para: as mentiras, as bravatas de Lula, as calúnias sobre PSDB e Serra eao aparelhamento do Governo?...

Isso não é mais uma prova dessa “bravata” da vantagem montada pelos: “mercenários institutos de pesquisas” e pela imprensa vendida ou comprada, sei lá?…

Reply

Por isso que eles não querem largar a teta.

Não é pelo Brasil, coisa nenhuma.

É para não perderem essas verbas.

Reply

Brasil
Vamos assinar o manifesto
Se as Forças Armadas precisam de respaldo popular agora não tem desculpa

Reply

Empresa cobra 1 milhão de reais para montar desfile de 7 de Setembro em Brasil, o que antes era feito de graça pelo Exército!

PT "Ratos magros", em tudo que é setor ele tiram dinheiro, até desfile cívico !!!

Reply

Tá explicada a ferocidade com que o pseudo-ministro defende o governo comunista.

Tem maracutaia. Tem verdinhas entrando nos bolsos dele. Claro! Ele não poderia jogar a credibilidade(?) dele no lixo por idealismo.

Reply

Daqui a pouco, às 17 horas, os vídeos da série "O Brasil não é do PT" serão veiculados exclusivamente no Youtube e contamos com a sua ajuda para divulgar esta ação.

Reply

A cada dia um escândalo. Este governo está ruindo. A corrupção, os favorecimentos são os mesmos que o PT combatia nos outros.
Agora, se juntaram ao que temos de pior na política, e estão fazendo pior do que aqueles que condenavam.

Reply
O Brasil pode mais!!! mod

Lançado manifesto pela liberdade de imprensa em São Paulo.

Corona,
Creio que, assim como eu, milhares de brasileiros assinariam sem pestanejar tal manifesto, mas não o fazem por estar impossibilitados pelo fato de estar a quilômetros do local. Sugiro aqui, a todos os proprietários de Blogs e sites permanentes e os que... digamos assim, têm mais acesso a estas instituições, que entrem em contato para lembrá-los de criar também a versão online equivalente, através de sites específicos para a função.
Talvez o mais conhecido deles seja o "Petition Online", cujo endereço é: www.petitiononline.com/

ASSINA BRASIL!!!!!!!!

Reply

VAMOS LUTAR, VAMOS ASSINAR:

Manifesto em Defesa da Democracia
Publicado em 21/09/2010 por manifestoemdefesadademocracia
Numa democracia, nenhum dos Poderes é soberano. Soberana é a Constituição, pois é ela quem dá corpo e alma à soberania do povo.

Acima dos políticos estão as instituições, pilares do regime democrático. Hoje, no Brasil, inconformados com a democracia representativa se organizam no governo para solapar o regime democrático.

É intolerável assistir ao uso de órgãos do Estado como extensão de um partido político, máquina de violação de sigilos e de agressão a direitos individuais.

É inaceitável que militantes partidários tenham convertido órgãos da administração direta, empresas estatais e fundos de pensão em centros de produção de dossiês contra adversários políticos.

É lamentável que o Presidente esconda no governo que vemos o governo que não vemos, no qual as relações de compadrio e da fisiologia, quando não escandalosamente familiares, arbitram os altos interesses do país, negando-se a qualquer controle.

É inconcebível que uma das mais importantes democracias do mundo seja assombrada por uma forma de autoritarismo hipócrita, que, na certeza da impunidade, já não se preocupa mais em valorizar a honestidade.

É constrangedor que o Presidente não entenda que o seu cargo deve ser exercido em sua plenitude nas vinte e quatro horas do dia. Não há “depois do expediente” para um Chefe de Estado. É constrangedor também que ele não tenha a compostura de separar o homem de Estado do homem de partido, pondo-se a aviltar os seus adversários políticos com linguagem inaceitável, incompatível com o decoro do cargo, numa manifestação escancarada de abuso de poder político e de uso da máquina oficial em favor de uma candidatura. Ele não vê no “outro” um adversário que deve ser vencido segundo regras, mas um inimigo que tem de ser eliminado.

É aviltante que o governo estimule e financie a ação de grupos que pedem abertamente restrições à liberdade de imprensa, propondo mecanismos autoritários de submissão de jornalistas e de empresas de comunicação às determinações de um partido político e de seus interesses.

É repugnante que essa mesma máquina oficial de publicidade tenha sido mobilizada para reescrever a História, procurando desmerecer o trabalho de brasileiros e brasileiras que construíram as bases da estabilidade econômica e política, que tantos benefícios trouxeram ao nosso povo.

É um insulto à República que o Poder Legislativo seja tratado como mera extensão do Executivo, explicitando o intento de encabrestar o Senado. É deplorável que o mesmo Presidente lamente publicamente o fato de ter de se submeter às decisões do Poder Judiciário.

Cumpre-nos, pois, combater essa visão regressiva do processo político, que supõe que o poder conquistado nas urnas ou a popularidade de um líder lhe conferem licença para ignorar a Constituição e as leis. Propomos uma firme mobilização em favor de sua preservação, repudiando a ação daqueles que hoje usam de subterfúgios para solapá-las. É preciso brecar essa marcha para o autoritarismo.

Brasileiros erguem sua voz em defesa da Constituição, das instituições e da legalidade.

Não precisamos de soberanos com pretensões paternas, mas de democratas convictos.

Manifesto em Defesa da Democracia:

http://www.ipetitions.com/petition/manifestoemdefesadademocracia/

Reply

Policiais, atentem bem para esse nome: Franklin Martins, esse é mais perigoso. Esse é o chefe da quadrilha e se faz passar apenas por um Propagandista da Causa.

Reply

Estais com a foto do afiliado de DON LUIS IGNÁCIO !!

Reply